quarta-feira, 6 de setembro de 2017

Adeus



adeus.
uma palavra que surgiu por um momento,
a adaga que arrancou um sentimento
destes braços que eram teus.

adeus.
uma expressão que, de alegre, foi sofrida
que, de tanto me matar, me deu a vida,
no instante de segredos só meus.

respira
o ar do universo é sublimado
pelo traço nevoento do passado
onde de um amor nasceu a ira.

e se dói o aroma a despedida,
não dói mais que a certeza que hoje trago:
o saber deste amor cruel e vago
que, de tão pouco ser, foi uma vida!


Marina Ferraz


*Imagem retirada da Internet




Sigam também o meu instagram, aqui.   

1 comentário:

Unknown disse...

Boa Marina! Pode dar uma belíssima canção! :)